"Tornei-me insano, com longos intervalos de uma horrível sanidade" - Edgar Allan Poe

Seguidores

Siga

Siga

Postagens populares da semana

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Destruí Minha Sanidade na Deep Web - Escrito por Steh Alves

 


 Tia Jade do Canal https://www.youtube.com/MUNDO PARANORMAL

Olá, deixe me apresentar. Meu nome é Renan e tenho 21 anos. Sou estudante de jornalismo e assim como qualquer outro adolescente, sou um garoto muito levado e gosto muito de adrenalina. Sempre e fui um cara aventureiro e costumava dizer a todos que nada me assustava e nem me surpreendia. Confesso a vocês que eu pensava que já tinha visto de tudo nessa vida e que nunca teria o meu psicológico abalado por algo. Coitado de mim. Mal sabia o que estava me esperando. Não sei se agora eu devo respirar aliviado ou se já tiro a minha própria vida como forma de alívio para não imaginar mais aquela cena maldita. Já irei explicar para vocês.

Eu estava completamente calmo e tranquilo no horário do intervalo da minha faculdade até o presente momento estava correndo tudo bem. Assim que terminou o intervalo, voltei para a minha sala como de costume.  Merda! Trabalho novo para fazer, observo as regras do trabalho estressado, o professor filho da puta dando trabalho na sexta feira para entregar pronto na segunda. Mais... Espera. Encaro novamente aquele quadro que dizia: ‘Vocês terão que entrar em um site considerado cabuloso e bizarro e fazer uma matéria sobre o assunto”. 

Me interessei naquela hora que li cabuloso e bizarro. O que eu iria fazer para ganhar um 10 naquele trabalho? Chego em casa, abro minha geladeira e pego 1 litro de energético e volto para frente do computador. Do nada, encontro um nome dentro de um fórum de assassinatos em série que encontrei no google e que despertou muito a minha curiosidade. Estava escrito em vermelho. As letras pareciam que foram escritas com sangue e ele estava escorrendo, Deep Web. Após ler esse nome, senti um arrepio percorrer por todo o meu corpo e ouvi um 10 ser sussurrado em meu ouvido. Rapidamente pesquisei no youtube os passos para conseguir entrar nela achei esse navegador chamado TOR, e com ele queria a coisa mais bizarra que poderia encontrar para ser digno do meu 10.

Eu queria entrar nas camadas mais profundas. Assim que entrei na deep web levei um susto, não era como eu esperava, ache um site estranho cheio de links, só isso que havia na página inicial, links. Entrei em um tradutor para que ele pudesse me ajudar, mas, pelo visto, iria demorar muito tempo. Navegando por aquela página lotada de links, achei algo que me chamou muito a atenção, um de seus links tinha o fundo preto e escrito na cor vermelho sangue. Um calafrio transpassa pelo meu corpo, mas, a curiosidade tomou conta. Clico no link e espero a página carregar. 

QUE MERDA EU ESTAVA FAZENDO? POR QUE EU SOU TÃO LOUCO A PONTO DE ENTRAR NISSO POR CAUSA DE UM MIZERÁVEL TRABALHO? Agora já é tarde. Um vídeo está sendo carregado e meu corpo se enrijece de curiosidade e fico gélido de medo ao mesmo tempo. MEU DEUS DO CÉU O QUE E ISSO? O QUE ESTÁ ACONTECENDO?

POR QUE ESTÃO FAZENDO UMA COVARDIA DESSAS? 

Encaro a tela do meu computador em um completo estado de choque, pois o baque foi tão grande que não consegui fechar aquela maldita janela. Aquele cara, por que aquele cara estava fazendo aquilo? Que doença. Me tirem desse inferno por favor!

Nesse vídeo que carregou, vi um cara com uma fantasia de Ray Ray. Ele carregava consigo uma bela jovem que estava algemada e completamente nua, deveria ter uns 19 anos. Ele a batia muito, e ela já estava muito debilitada, quando a joga na cama de pernas abertas e gritando por socorro levando tapas em seu rosto e corpo já cheio de hematomas. Ele pega uma gravata e transpassa no pescoço da linda jovem e começa estupra-la violentamente enquanto aperta a gravata com mais e mais força em seu pescoço, matando-a enforcada. 


Depois de tê-la enforcado corta o seu corpo e retira os seus órgãos. Ainda em estado de choque, pego rapidamente o celular e ligo para a polícia. Na verdade, tentei, pois, no momento em que peguei o telefone, apareceu a seguinte mensagem na tela do meu computador: “Se eu fosse você não ligaria para a polícia, eu sei quem você é onde você mora e posso ir atrás de você a qualquer momento. O próximo será você, irei até o inferno atrás do seu corpo e alma”. Galera estou escrevendo essa história para vocês em estado de desespero, pois, o medo dele vim atrás de mim é enorme. Antes que ele venha me matar eu mesmo farei isso. Adeus

Essa história foi achada escrita num papel que se encontrava nas mãos de um belo jovem que se jogou do 10º andar de um prédio...




Nenhum comentário:

Postar um comentário

LENDAS URBANAS

LENDAS URBANAS

Postagens populares

100.000

100.000

Página no Facebook